06:24
Polícia Em frente as câmeras

De testemunha a acusado: Homem furta celular dentro de delegacia em Esplanada

Após verificar as imagens, se constatou que a testemunha levada pelo acusado foi o responsável pela subtração

25/11/2020 13h01 Atualizada há 2 meses
2.760
Por: Redação Enews Fonte: Polícia civil
Imagem arquivo
Imagem arquivo

Na última segunda-feira por volta das 15 horas foi lavrado um boletim de ocorrência  nº 979/20, onde os os policias militares, apresentaram em flagrante um homem de prenome José Raimundo, acusado por crime de tentativa de homicídio (fato ocorrido  na Rua do Cheiro, em Esplanada). Nesta ocorrência, foi apresentada também uma testemunha de nome Henrique.

Durante a lavratura do procedimento, o delegado João Paulo Gomes do Nascimento, questionou sobre o nome ou telefone de algum familiar para comunicar a referida prisão. Nessa oportunidade ele disse que os contatos estariam no seu aparelho celular.

Com isso, a autoridade policial, ao vasculhar a bolsa do acusado para pegar o celular, não encontrou o aparelho telefônico, tendo questionado ao investigador plantonista, se ele tinha visto o aparelho, tendo o policial respondido que sim. 

Haja vista que o aparelho furtado estava sob a custódia dessa unidade policial, foram realizadas diligências internas, no intuito de observar as imagens do circuito de câmeras desta delegacia. Pois, naquele momento fez-se necessário esclarecer o referido desaparecimento.

Após verificar as imagens, se constatou que a testemunha levada pelo acusado foi o responsável pela subtração, ou seja, Henrique teve a audácia de furtar um aparelho de celular no interior de uma delegacia de polícia.

Com isso, o investigador Saulo Fernandes entrou em contato novamente com os militares, e juntamente com a autoridade policial, diligenciaram até a residência de Henrique, tendo encontrado ele nas proximidades de sua residência. 

Durante a abordagem, o rapaz confessou o crime em questão e acompanhou os policiais até a sua casa, onde estava o aparelho. Nesse momento, ele foi conduzido até a unidade policial para a lavratura do referido AUTO DE PRISÃO EM FLAGRANTE PELO COMETIMENTO DO CRIME DE FURTO. Após o pagamento de fiança, foi liberado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.