23:28
Educação Enem

Justiça nega de novo adiar Enem, mantendo provas para os próximos domingos

Tal qual eleições, Enem é evento de difícil postergação, diz desembargador

14/01/2021 18h40
163
Por: Redação Enews Fonte: Correio24horas
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) manteve a decisão da Justiça Federal deem São Paulo que negou o adiamento do Enem, mantendo as datas para os dois próximos domingos - 17 e 24 de janeiro. 

Na decisão desta quinta-feira (14), o desembargador Antônio Carlos Cedenho diz que a aplicação do exame "não foi uma decisão isolada e política do Ministério da Educação. Houve a participação de setores diretamente interessados no Enem, inclusive Estados e Municípios, dando legitimidade e representativade para a nova data de realização". 

O desembargador reconhece que as infecções do novo coronavírus se intensificaram por conta das festas de ano, mas as provas terão "observância das normas sanitárias", que minimizam os riscos. "Similarmente às eleições para prefeitos e vereadores, o Enem sintetiza um interesse público de difícil posterção", considerou. 

No Amazonas, que vive mais um momento de caos no sistema de saúde por conta da pandemia, a Justiça Federal já suspendeu a realização da prova. A decisão liminar foi do juiz federal José Ricardo de Sales. 

 

A determinação é para que as provas sigam suspensas enquanto durar o estado de calamidade pública decretada pelo governo estadual, sob pena de multa de R$ 100 mil por dia de descumprimento, com limite de 30 dias.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.