16:15
Esplanada e região Polícia em Ação

Preso pela policia civil de Esplanada, acusado de estupro que levou a morte  da enteada vai ser encaminhado para Camaçari

O acusado estaria escondido no interior de um imóvel pertencente a sua avó

11/02/2021 17h03 Atualizada há 3 semanas
6.448
Por: Redação Enews Fonte: Redação Esplanada News
Imagem arquivo - Esplanada News
Imagem arquivo - Esplanada News

Após a delegacia de Esplanada ser noticiada na última terça feira, que uma criança de 04  anos veio a óbito após ser estuprada na cidade de Camaçari e que o possível autor do crime era natural dessa cidade e que existia um mandado de prisão temporária expedido em seu desfavor, o Bel. João Paulo Gomes do Nascimento,  delegado titular da DT esplanada, determinou aos investigadores lotados na delegacia, que prioritariamente, fossem realizadas diligências com o fito de localizar e prender o acusado. Inúmeras diligências foram realizadas a partir da madrugada do dia 10/02/2021, as quais culminaram com a descoberta de 02 (dois) esconderijos utilizados pelo acusado para se esconder, contudo após a realização de campana e busca nos locais, o mesmo não foi encontrado. 

Que na madrugada de hoje, dando continuidade às diligências, foi realizada uma busca minuciosa em um grande matagal situado às margens da rua do Alecrim, local onde possivelmente o acusado estava escondido, pois alguns de seus familiares moravam nas proximidades. 

Por volta das 14:20 horas, ao ser realizada uma averiguação de uma informação recebida, de que o acusado estaria escondido no interior de um imóvel pertencente a sua avó, o mesmo foi localizado, preso e apresentado na DT Esplanada. Em seguida, o preso foi entregue para a equipe da 18ª delegacia de Camaçari, local onde ficará custodiado. 

Participaram das buscas que culminou com a prisão do acusado, os policiais civis de Esplanada, prepostos da Guarda  civil municipal de Esplanada (equipe operacional especializada da GCM)  e equipe da 18ª delegacia de Camaçari, sob o comando da delegada titular da 18ª delegacia de Camaçari, a  delegada Thais Siqueira do Rosário. 

A união das forças de segurança (Polícia civil de Esplanada e Camaçari, Cicom,  GCM, PM e CIPE – LN ),  deram uma resposta para aqueles que ainda acreditam na impunidade  e segundo o delegado Bel João Paulo  e a Bela  Thais Siqueira “  o trabalho de captura do acusado foi árduo, contudo, a prisão do foragido mostrou que,  unidas, as forças de segurança vencem qualquer batalha” .

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.