15:04
Esplanada e região Disparou!

Preço dos combustíveis disparam nesta sexta-feira em postos de Esplanada após novo reajuste da Petrobrás

O aumento nas bombas se dá muito antes do estoque com preços antigos terminar

19/02/2021 05h35 Atualizada há 1 semana
756
Por: Redação Enews Fonte: Redação Esplanada News
Preços em um dos postos da cidade - Foto redes sociais
Preços em um dos postos da cidade - Foto redes sociais

Os revendedores de combustíveis de Esplanada dispararam os preço nas bombas. Enquanto a gasolina ainda é vendida em média a R$ 4,70 na maioria dos estados, no município o valor já ultrapassou a casa dos R$ 5,30 e levou o etanol junto passando da casa dos R$ 4,20.

A Petrobras já promoveu oito aumentos seguidos no preço da gasolina. Apenas em 2021, o combustível acumula alta de 31%. O diesel, com o reajuste que vai vigorar na sexta-feira, terá acumulado 25% de aumento este ano. Vale lembrar que os caminhoneiros de todo o país ameaçaram fazer uma greve em 1º de fevereiro, justamente por conta do alto preço do óleo diesel. Como o combustível é utilizado no frete, o aumento pesa na inflação de quase todos os produtos.

A Petrobras anunciou, nesta quinta-feira (18/2), mais um reajuste no preço dos combustíveis nas refinarias. A partir da sexta-feira (19), o valor médio do litro da gasolina será de R$ 2,48, alta de 10,2%, após reajuste de R$ 0,23. O preço médio do diesel será de R$ 2,58, depois de aumento de R$ 0,34 por litro, uma elevação de 15%.

Os valores que se encontram os combustíveis nesta sexta-feira (19) estão inviabilizando dezenas de brasileiros e consequentemente os esplanadenses, de utilizarem com maior frequência seus veículos. 

 “O último reajuste elevou a gasolina em R$ 0,15. Agora, aumenta em R$ 0,23. A isso se soma o aumento do etanol anidro, no sábado (13), com impacto de R$ 0,10 no litro e mais a revisão do ICMS, outros R$ 0,10. De sexta-feira para cá, ou seja, em praticamente uma semana, o litro da gasolina aumentou mais de R$ 0,40”, lamentou representantes de sindicatos. 

Destacaram ainda que a margem bruta da revenda está entre R$ 0,20 e R$ 0,50. “Com os R$ 0,40 de aumento, tem posto que vai trabalhar com margem negativa. Como vão ficar os preços nas bombas depende de cada posto, dentro da sua política de preços, sua capacidade de absorver os aumentos e também de estoque."

O aumento nas bombas se dá muito antes do estoque com preços antigos terminar. Prática que não acontece quando há diminuição dos preços nas refinarias, para a mudança acontecer nos postos levam-se vários dias. 

 

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.