13:10
Saúde coronavírus

Secretaria de Saúde da Bahia demonstra preocupação com casos de reinfecção em meio à 2ª onda

"Eu sou prova viva, tive reinfecção. Tive em dezembro, tive agora no início de fevereiro. Esses casos estão acontecendo", alerta secretária em exercício

02/03/2021 13h31
264
Por: Redação Enews Fonte: Bahia.ba
IMAGEM: REPRODUÇÃO
IMAGEM: REPRODUÇÃO

A Secretaria de Saúde da Bahia tem demonstrado preocupação com os casos de reinfecção de Covid-19 em meio à segunda onda da doença que atinge o estado. Assumindo a pasta durante a ausência de Fábio Vilas-Boas (afastado por contrair o novo coronavírus), a secretária em exercício Tereza Paim reforça que a situação é grave.

“Eu sou prova viva, tive reinfecção. Tive em dezembro, tive agora no início de fevereiro. Esses casos estão acontecendo. As pessoas com a cepa habitual estão se reinfectando”, afirmou nesta terça-feira (2).

De acordo com ela, os profissionais de saúde estão sendo os mais afetados, mas “a população geral que se expõe também pode ter reinfecção”. “O profissional de saúde é o mais exposto e têm sido acometidos. Não por aglomeração, mas por trabalhar em UTI Neonatal. O Brasil está passando por uma fase muito crítica, de uma segunda onda que está sobrepondo a primeira onda”, declarou.

Diante do cenário, Tereza Paim defende o toque de recolher, reforçando o pedido para que as pessoas que moram na Bahia não se descuidem com o uso de máscaras de proteção, com a higienização das mãos e com o distanciamento social.

“Está mais do que na hora de toda a população se unir. Ninguém quer tirar o emprego de ninguém, o que a gente não quer é ver mais mortes do que a gente vem vendo. A Bahia é o segundo estado com o menor mortalidade, e isso se deve ao esforço não só do governador [Rui Costa],  mas de todos os trabalhadores de saúde. Entendemos que isso [toque de recolher] vai fazer cair a curva, porque mais leitos estão sendo abertos. A taxa de ocupação está acima de 80%. Medidas mais drásticas realmente têm que se tomadas”, disse.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.