12:30
Esplanada e região Mudanças

Prefeitura estuda organização da feira livre de acordo com orientação do Ministério da saúde

Estamos trabalhando para organizar a Feira Livre dentro dos protocolos de segurança

24/03/2021 19h28 Atualizada há 3 semanas
618
Por: Redação Enews Fonte: Ascom: Nandinho Prefeito
IMAGEM: Ascom: Nandinho Prefeito
IMAGEM: Ascom: Nandinho Prefeito

As recomendações do Ministério da saúde continuam sendo praticadas por vários municípios. A finalidade é evitar que determinadas situações colaborem para propagação do Novo Coronavírus.

Nesse sentido, a  Ouvidora Geral do Município Manu Luz, junto com o Superintendente Municipal de Trânsito João Gabriel e o Coordenador da Feira livre Welfe Cunha, se reuniram na tarde desta quarta-feira (24) para tratar da organização da feira de acordo com as medidas de prevenção ao Covid-19 e dentro das orientações do Ministério da Saúde.

"Existem alguns requisitos que precisamos seguir para manter o funcionamento da feira como:

Manter uma distância mínima de 2 metros entre as barracas. Nos casos em que são utilizadas bandejas laterais, a medida deve ser feita a partir do limite das bandejas. Se for possível, isolar o espaço entre uma barraca e outra para impedir o acesso de clientes pela lateral e, assim, evitar aglomerações." Disse a ouvidora.

CONFIRA AS RECOMENDAÇÕES DO MINISTÉRIO DA SAÚDE SOBRE FEIRAS LIVRES

  •  Ampliar a área ocupada pela feira para permitir o maior distanciamento entre as barracas. Caso necessário, recomenda-se utilizar os dois lados da rua;
  •  Caso não seja possível ampliar a área da feira na própria rua, recomenda-se o fracionamento, com ampliação da feira para ruas adjacentes ou dividir a feira em dois dias da semana para reduzir a quantidade de feirantes e pessoas;
  •  Se não for possível ampliar a área da feira e nem fracionar, recomenda-se promover o revezamento de feirantes a cada semana, reduzindo, assim, o número de barracas, feirantes e pessoas;
  • Avaliar a possibilidade de deslocamento da feira, com utilização de praças públicas, ginásios ou quadras esportivas, preferencialmente abertas, ou outros espaços. Se realizadas em locais cobertos, tomar as medidas necessárias para que se mantenha um bom fluxo de ar;
  •  Orientar que feirantes do grupo de risco não trabalhem durante a pandemia e autorizar a inclusão de representante, quando o feirante, titular do cadastro, for integrante do grupo de risco.

As mudanças na Feira de Esplanada já devem ser sentidas na próxima sexta-feira. Umas das primeiras mudanças realizadas nos últimos dias foi a troca de dia, deixando de ser realizada nos sábados, sendo antecipada para as sexta-feiras.

"Estamos trabalhando para organizar a Feira Livre dentro dos protocolos de segurança que as instituições de saúde nos orientam, pois seguimos as recomendações do Estado e da União, quando se trata de protocolo de segurança.

Por isso pedimos a compreensão de todos, pois iremos encontrar o melhor formato operacional e sanitário, tanto para o comerciante, quanto para o consumidor." Finalizou

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.