11:35
Saúde Saúde

Forças de segurança de SP começam a ser imunizadas contra a covid-19

Os 180 mil profissionais receberão a primeira dose até 15 de abril

05/04/2021 16h22
25
Por: Redação Enews Fonte: EBC
© Tânia Rêgo/Agência Brasil
© Tânia Rêgo/Agência Brasil

Os membros em atividade das forças de segurança do estado de São Paulo – Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Técnico-Científica, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Guarda Civil Metropolitana, e agentes penitenciários – começaram a receber hoje (5) a primeira dose da vacina contra a covid-19.

A aplicação das doses ocorreu na sede da Academia de Polícia Militar do Barro Branco, na zona Norte da cidade de São Paulo. De acordo com o governo do estado, até o próximo dia 15 de abril, todos os 180 mil profissionais das forças de segurança do estado já terão recebido a primeira dose da vacina. O imunizante utilizado é a CoronaVac, vacina produzida pelo Instituto Butantan.

“Eles são a linha de frente, são aqueles que estão em contato com o público, e queria destacar todos esses profissionais e agradecer pelo esforço, pela dedicação, pelo desprendimento que têm feito neste período de pandemia”, destacou o governador de São Paulo, João Doria.

A estrutura montada pela governo paulista para imunizar os agentes conta com 82 pontos de vacinação distribuídos na capital, na Grande São Paulo, Baixada Santista e nas regiões de São José dos Campos, Campinas, Ribeirão Preto, Bauru, São José do Rio Preto, Sorocaba, Presidente Prudente, Piracicaba e Araçatuba.

No último dia 24, o governo do estado informou que professores e os membros das forças de segurança do estado passariam a fazer parte do atual público-alvo de imunização em São Paulo. A partir do dia 12 de abril começará a vacinação de 350 mil profissionais da área da educação com idade acima de 47 anos, que atuam em instituições desde creche ao Ensino Médio.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.