12:38
Brasil Brasil

Novo diretor tocará inquéritos sobre Bolsonaro e Pazuello

Paulo Maiurino tem trânsito no STF, onde foi secretário da Segurança na gestão do ministro Dias Toffoli, até setembro de 2020

06/04/2021 20h45 Atualizada há 2 semanas
28
Por: Redação Enews Fonte: R7
O novo diretor-geral da PF, Paulo Gustavo Maiurino - (Foto: Divulgação/Linkedin/Paulo Maiurino)
O novo diretor-geral da PF, Paulo Gustavo Maiurino - (Foto: Divulgação/Linkedin/Paulo Maiurino)

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Gustavo Maiurino, será responsável no comando da instituição por inquéritos que envolvem o presidente Jair Bolsonaro e integrantes do governo. Maiurino foi escolhido para o cargo nesta terça-feira (6) pelo ministro da Justiça, Anderson Torres, para substituir Rolando Alexandre de Souza, que havia assumido em maio de 2020.

A PF conduz a apuração aberta no ano passado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) para investigar a acusação do ex-ministro Sergio Moro sobre suposta influência de Bolsonaro na instituição. Também abriu inquérito contra o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello para apurar se ele cometeu crimes na gestão da pandemia de covid-19. Outras duas apurações em andamento, que também interessam o presidente, são as que tratam dos atos antidemocráticos e do inquérito das fake news.

Maiurino tem trânsito no STF, onde foi secretário da Segurança na gestão do ministro Dias Toffoli, até setembro de 2020. Ele estava atualmente na assessoria especial de Segurança Institucional do Conselho da Justiça Federal.

O novo diretor-geral também passou por cargos executivos como secretário de Esporte, Lazer e Juventude do estado de São Paulo, no governo de Geraldo Alckmin (PSDB), entre 2016 e 2018, e subsecretário da Segurança Pública de São Paulo.

Formado em direito pela Faculdade de Direito de Marília, Maiurino começou na Polícia Federal como delegado em 1999. Chefiou a Interpol no Brasil e foi corregedor-geral do Ministério da Justiça. É formado também em gestão em serviço público pela Fundação Getúlio Vargas.

 

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.