Política Rui Costa

Rui cobra ajuda de comerciantes na manutenção do isolamento: "Quanto mais fechado esta semana, mais chance de abrir na próxima"

A discussão sobre o isolamento social como medida preventiva ganhou ares de disputa política

29/06/2020 19h21 Atualizada há 1 semana
179
Por: Redação Enews Fonte: BNews
Imagem arquivo - Esplanada News
Imagem arquivo - Esplanada News

O governador do estado, Rui Costa (PT), voltou a cobrar uma colaboração maior dos comerciantes baianos para manter o isolamento social como medida preventiva contra o novo coronavírus. Ele condicionou a abertura do comércio à manutenção da medida preventiva.

"Quanto mais ansioso você esteja e quanto mais vontade você tenha de reabrir sua loja, comércio, mais ajude a convencer pra que essa semana de fechamento seja eficinete. Quanto mais eficiente o fechamento dessa semana, maior a chance de abrir na semana que vem. E o inverso é verdadeiro", disse Rui, durante entrega de obras em Juazeiro nesta segunda-feira (29).

De acordo com o boletim epidemiológico de domingo (28), a Bahia registra 68.495 casos confirmados desde o início da pandemia, sendo que 43.072 já são considerados curados, 23.675 encontram-se ativos e 1.748 morreram vítimas da doença.

A discussão sobre o isolamento social como medida preventiva ganhou ares de disputa política. Enquanto governadores e prefeitos, majoritariamente, defendem a ideia, o governo federal insiste no discurso de flexibilização, utilizando como justificativa a retomada da economia.

"Deixar uma porta semiaberta de um bar, ou uma loja que eventualmente entra pela portinha de lado, esses comerciantes tão ajudando o comércio deles a ficar fechado várias semanas. É isso que nós precisamos nos conscientizar", completou o governador.  

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.