22:53
Polícia Polícia

Acusado de chefiar tráfico em Feira é preso após romper tornozeleira e tentar fugir pra SP

Ele usava RG falso com a foto dele e o nome do irmão

25/05/2021 10h00 Atualizada há 3 semanas
344
Por: Redação Enews Fonte: Correio24horas
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

Um homem de 47 anos, acusado de chefiar o tráfico de drogas na região de Feira de Santana, foi preso durante tentativa de fuga para São Paulo, na noite da última segunda-feira (24).  O carro em que ele estava, um Chevrolet/Onix foi parado, durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na frente da Unidade Operacional da PRF de Jequié (BA), no Km 677 da BR 116, por volta das 21h30.

Segundo a PRF, a equipe solicitou os documentos dos dois ocupantes do veículo para uma consulta detalhada nos sistemas informatizados da polícia e perceberam um nervosismo incomum por parte do motorista e do passageiro. Ainda segundo a nota divulgada pela PRF, notava-se um certo desconforto com a abordagem policial e o passageiro tentando enganar a polícia entregou carteira de identidade falsa, pois estava com a foto do suspeito, porém com o nome do irmão dele.

Após apresentar documento falso, ele acabou confessando que cumpriu um tempo de reclusão no presídio e recebeu o benefício de saída, condicionada ao uso obrigatório da tornozeleira eletrônica, mas, resolveu ‘arrancar’ o equipamento e fugir para São Paulo.

Após alguns minutos da entrevista, o homem de 47 anos, confessou que usava a documentação falsa, na tentativa de escapar de fiscalizações da polícia. Relatou que cumpriu um tempo de reclusão no presídio e recebeu o benefício de saída, condicionada ao uso obrigatório da tornozeleira eletrônica, mas, resolveu ‘arrancar’ o equipamento e fugir para São Paulo.

Conforme investigação policial, o preso é de alta periculosidade com várias passagens por crimes como tráfico de entorpecentes, associação para o tráfico e roubo.

 

Diante dos fatos, motorista e passageiro foram presos em flagrante e encaminhados com todo material apreendido para a Delegacia de Polícia Judiciária, para formalização dos procedimentos cabíveis.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.