Bahia Alvo De Barreiras

Comitê científico recomenda rodízio de veículos e implantação de barreiras sanitárias em trechos da BR-324

Os pesquisadores sugeriram ainda que trechos da BR-101, que ligam o sul da Bahia com Salvador, e Salvador com o estado do Sergipe, também sejam alvos de barreiras sanitárias

03/07/2020 15h38
219
Por: Redação Enews Fonte: BNews
IMAGEM: REPRODUÇÃO
IMAGEM: REPRODUÇÃO

O novo boletim do comitê científico do Consórcio Nordeste, liderado pelos pesquisadores Miguel Nicolelis e Sergio Rezende, recomendou que o trecho da BR-324, que conecta Salvador a Feira de Santana, "seja alvo de barreiras sanitárias, nos dois sentidos, bem como rodízio ou controle intermitente de tráfego de carros particulares e ônibus intermunicipais".

Os pesquisadores sugeriram ainda que trechos da  BR-101, que ligam o sul da Bahia com Salvador, e Salvador com o estado do Sergipe, também sejam alvos de barreiras sanitárias e manejo de tráfego de carros particulares, mantendo-se todo o tráfego de carga essencial e transporte de pacientes.

O comitê também sugeriu que as cidades de Feira de Santana e Teixeira de Freitas considerem a decretação de estados de isolamento social rígido por pelo menos 14-21 dias e sugere que o governo do estado e os municípios da Bahia priorizem a criação imediata de Brigadas Emergenciais de Saúde como forma de coibir o alastramento da pandemia nas cidades do interior e na capital.

 Lockdown em Salvador

As medidas restritivas adotadas pela prefeitura em alguns bairros de Salvador desde o dia 9 de maio não surtiram o efeito desejado de trazer a taxa de crescimento de casos do novo coronavírus a níveis decrescentes na cidade. É o que aponta o comitê científico do Consórcio NordesteA pesquisa leva em consideração, a alta taxa de ocupação na rede hospitalar da capital baiana.

Por causa disso, o comitê recomenda a instalação de um estado de lockdown em Salvador, nos moldes do que já foi realizado, nas cidades de São Luís, no Maranhão, e Fortaleza, capital cearense.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.