23:45
Entretenimento Aglomeração

Duas semanas após pedir desculpas, Magnata volta a fazer show com aglomeração

'Tô cheio de conta pra pagar, luz, água, pensão', disse ele a seguidor

07/06/2021 22h29
205
Por: Redação Enews Fonte: Correio24horas
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

Duas semanas depois de ser flagrado em um show com aglomeração e pedir desculpas, o cantor Bruno Magnata participou novamente de um evento que atraiu uma multidão para um bar em Periperi. O caso foi neste domingo (6), no bar 071 Boteco.

A direção do bar divulgou nas redes sociais que o local estaria fechado no domingo por conta de questões técnicas, com volta para a segunda, com um show de cavaco. Mas o estabelecimento não só abriu ontem como teve uma grande quantidade de pessoas presente para conferir o show do vocalista da La Fúria, que aconteceu em um evento privado.

Bruno, que na outra ocasião gravou vídeo pedindo desculpas, repostou um vídeo nas redes sociais em que o cantor Gusttavo Lima pede que as pessoas que precisam sair de casa para trabalhar na pandemia não sejam julgadas. Em entrevista à TV Itapoan, ele afirmou que teme não conseguir pagar a pensão da filha. "As vezes bate um desespero, chega a oportunidade de ganhar um dinheiro. Não vou roubar, não vou fazer nada de errado por causa da minha índole. Graças a Deus hoje vou sentar com meus empresários, a gente vai ver uma forma da gente conseguir manter até que isso normalize", disse o artista. "Não justifica eu sair, mas é necessidade. Da mesma forma que você repórter precisa trabalhar, a gente também precisa", acrescentou.

No Instagram, Magnata também respondeu a um seguidor que questionou a aglomeração. "To cheio de coisa pra pagar irmão, luz, água, pensão. Iai vamos fazer como, você paga pra mim eu paro de cantar"

                                                      (Foto: Reprodução) 

Em nota, o 071 Boteco informou que o local foi alugado para uma festa de aniversário por um cliente e que as atrações e bebidas foram todas por conta dessa pessoa. “Não é política da casa a cultura de aglomeração, inclusive não estávamos cientes da presença do cantor Bruno Magnata”, diz a nota.

Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), foram 19 ocorrências de aglomerações registradas em Salvador neste final de semana, contando com o evento que teve presença de Magnata. O bar 071 foi autuado e equipamentos de som foram apreendidos no local, segundo a Sedur, porque o estabelecimento fazia evento com banda e venda de bebida alcoólica, desrepeitando decretos. Além disso, com apoio das polícias Civil e Militar, as pessoas foram dispersadas.

Leia na íntegra a nota do bar:

A casa ontem foi alugada por um cliente para realização de uma festa de aniversário, atrações e bebidas foram todas por conta do aniversariante. Não é política da casa a cultura de aglomeração, inclusive não estávamos cientes da presença do cantor Bruno Magnata. Hoje o 071 Boteco não funcionará para solucionar problemas técnicos como havia sido informado anteriormente.

Primeiro caso

O cantor Bruno Magnata, da banda La Fúria, publicou vídeos pedindo desculpas por ter se apresentado em um evento sem autorização e que causou aglomeração em uma boate em São Cristóvão. Ele afirmou que "às vezes é desesperador" estar quase dois anos sem trabalhar e acabou aceitando o convite, acrescentando que isso não justifica o erro.

"Confesso que às vezes é desesperador, sabia? Você não tem noção do que é ficar quase 2 anos sem trabalhar. A gente sai na rua e vê ônibus lotado, fila de banco, a própria política que aconteceu. E a gente recebe convite para ganhar um trocado, poder pagar as contas, comprar comida... A gente não tem saída", explicou. "Mas enfim, isso não vem ao caso, não justifica também o erro. O convite que eu fui cantar, para ganhar um dinheiro, pagar minhas contas. Tem tempo que a gente não trabalha. Peço desculpas para geral", afirmou. 

 

Divulgação de outra festa no local, realizada em fevereiro (Foto: Reprodução/TV Bahia)

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) divulgou uma nota sobre o caso, afirmando que notificou, nesta terça-feira (25), o estabelecimento Índio Top Show, para cumprir todos os protocolos de funcionamento e não realizar nenhum tipo de atividade sonora sem o devido alvará de autorização. "Em caso de não atendimento à notificação, o estabelecimento poderá ser interditado", diz o comunicado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.