20:13
Saúde COVID-19

Lacen identifica prevalência de circulação da P1 na Bahia

Sequenciamento de 305 genomas do SARS-CoV-2 revelou 23 linhagens do novo coronavírus no estado; cepa mais agressiva estava em 85% das amostras

25/06/2021 18h57 Atualizada há 3 meses
392
Por: Redação Enews Fonte: Bahia.Ba
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

Pesquisa desenvolvida durante nove meses pelo Lacen indicou a circulação de 23 linhagens diferentes do novo coronavírus no estado. Foram sequenciados 305 genomas do SARS-CoV-2. Em 85% das amnostras havia predominância da cepa P1, mas agressiva tanto na transmissibilidade como no agravamento da Covid-19.

“Os dados sugerem que a mobilidade humana representa um fator crucial para a dispersão do vírus da Covid 19 e das novas variantes” ressalta o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.O sequenciamento de genomas completos do SARS-CoV-2 abrangem pacientes dos núcleos regionais de Saúde Sul, Leste, Norte, Sudoeste, Oeste, Nordeste, Centro-Norte, Centro-Leste e Extremo Sul, abrangendo 121 municípios.

O Lacen informou vai continuar fazendo novos sequenciamentos do SARS-CoV-2, visando obter mais informações sobre a dispersão do vírus no estado. “Enquanto a remessa de vacinas não atinge o ritmo necessário para interromper o ciclo de infecções e reinfecções, medidas como distanciamento social, uso de máscara e higiene frequente das mãos ainda são as melhores formas de frear o contágio e a dispersão do vírus”, conclui Vilas-Boas.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.