05:03
Política Bahia

Governo baiano e setor produtivo estudam pacto para desenvolver o interior

"O ponto de partida é o Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco", diz João Leão

19/07/2021 21h52 Atualizada há 1 semana
197
Por: Redação Enews Fonte: Bahia.ba
Foto: Ascom/Seplan
Foto: Ascom/Seplan

A formatação de um pacto para o desenvolvimento regional da Bahia, integrando o Governo do Estado e setor produtivo, foi o foco de um encontro entre o vice-governador João Leão, secretário do Planejamento, e as federações dos diversos setores da economia, nesta segunda-feira (19), na Governadoria. Federação das Indústrias (Fieb), Federação da Agricultura (Faeb), Fecomércio e Sebrae vão compor um grupo de trabalho com as pastas estaduais do Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Educação e Agricultura para viabilizar projetos no interior do estado.

“O ponto de partida é o Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco e a Fazenda Escola Modelo, em implantação no município de Barra, e o projeto CIMATEC Sertão. Esse comitê multidisciplinar vai debater um ponto de convergência para efetivação de um projeto que integre os setores agro, indústria e serviços para capacitar mão de obra, atrair novos investimentos e gerar emprego para o povo do interior baiano”, afirma Leão.

“Não vai demorar muito para o início das obras da ponte Salvador Itaparica, a Fiol está quase pronta. E agora o Polo Agroindustrial. Temos o tripé econômico que vai transformar a Bahia numa locomotiva da economia brasileira. Esse desenvolvimento só será possível dialogando, planejando e trabalhando conjuntamente com diversos setores. E demos esse passo hoje com a realização desta reunião”, ressalta Nelson Leal.

O encontro contou com a presença dos presidentes da Fieb, Ricardo Alban e da Fecomércio, Carlos Andrade, do diretor superintendente do Sebrae, Jorge Khoury, além do diretor de Tecnologia e Inovação do CIMATEC, Leone Peter Andrade e do superintendente da Educação Profissional e Tecnológica da SEC, Ezequiel Westphal.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.