21:02
Bahia Série baiana

TVE estreia a série "Ninguéns" sobre pessoas em situação de rua com produção feita por Esplanadense

A série documental é resultado do maior edital de fomento à produção audiovisual para a televisão baiana

29/07/2021 12h34 Atualizada há 2 meses
513
Por: Redação Enews Fonte: Redação Esplanada News
IMAGEM: REPRODUÇÃO
IMAGEM: REPRODUÇÃO

Um mergulho profundo no universo de pessoas em situação de rua, expostas a todo tipo de violência e preconceito, na série baiana “Ninguéns” que estreia nesta segunda-feira(2), às 20h30, na TVE. Os protagonistas da série documental de 5 episódios fazem parte de um grupo diverso, de distintas realidades, mas que têm em comum a condição de pobreza absoluta, vínculos interrompidos ou fragilizados e a falta do direito à moradia. Os episódios serão exibidos sempre às segundas-feiras (20h30), com horário alternativo nas quartas-feiras (19h), quintas-feiras (21h) e aos domingos (18h).

A série ainda aborda a questão do consumo de drogas e da dependência química no ambiente da rua e traz a questão da criminalização deste grupo de cidadãos e da necessidade de políticas públicas de redução de danos como uma política de saúde pública. Com uma condução esperançosa, a série fala sobre pessoas e histórias de vidas paradigmáticas, sem vitimizar e sem criminalizar ninguém, atentando para o sistema em que está inserido, que é gerador de uma produção social perversa, mostrando o porquê de estarem nessa situação para assim ser possível melhor entendê-las.

“Ninguéns” foi produzida pela Rainha Cinema Digital, com direção artística de Bruno Masi e produção executiva de Thais Laila que abordam o assunto de forma sensível e diferenciada, utilizando o ser humano como protagonista, com toda sua complexidade e seu contexto.

A série documental é resultado do maior edital de fomento à produção audiovisual para a televisão baiana, que captou R$ 20 milhões para obras que serão exibidas na TVE a partir da parceria entre o Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb) e a Agência Nacional de Cinema (Ancine), via Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Os episódios poderão ser acompanhados também no site http://www.tve.ba.gov.br/tveonline/ .

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.