Política Covid-19

Presidente Bolsonaro testa positivo para o novo coronavírus

Bolsonaro foi submetido a testes de dectecção no Hospital das Forças Armadas, onde realizou uma ressonância magnética dos pulmões, que segundo ele, não foi identificado problemas

07/07/2020 12h21
459
Por: Redação Enews Fonte: BNews
IMAGEM: REPRODUÇÃO
IMAGEM: REPRODUÇÃO

Jair Bolsonaro (sem partido) testou positivo para o novo coronavírus. O presidente apresentou febre de 38°C e 96% de oxigenação na segunda-feira (6). Por conta dos sintomas, cancelou a agenda da semana e usou máscara — proteção que não costumava utilizar em meio a população — ao sair do Palácio, além de evitar se aproximar de apoiadores. 

Bolsonaro foi submetido a testes de dectecção no Hospital das Forças Armadas, onde realizou uma ressonância magnética dos pulmões, que segundo ele, não foi identificado problemas. Pessoas mais próximas do presidente também foram submetidas ao teste da identificação do vírus.

Bolsonaro tinha visita marcada para alguns estados do Nordeste, entre eles a Bahia. Ele desembarcaria em solo baiano na próxima sexta-feira, dia 10, para acompanhar as obras da Transnordestina.

Testes

No mês de março, Bolsonaro foi testado para Covid-19, após o secretário de Comunicação Social da Presidência, Fábio Wajngarten, testar positivo. Mas, segundo o presidente, o resultado deu negativo. Dias depois, ele fez o segundo teste, que também foi negativo.

Na época o presidente se recusou a divulgar o resultados dos exames. O Estadão acionou a justiça e no dia 27 de abril, a Justiça Federal deu um prazo de 48 horas para a União fornecer os laudos de todos os exames feitos pelo presidente. 

A Advocacia-Geral da União (AGU) entregou apenas relatório médico da coordenação de saúde da Presidência afirmando que Bolsonaro teve resultado negativo nos dois exames. 

O Superior Tribunal de Justiça suspendeu a decisão que obrigava Bolsonaro a entregar laudos de exames e o jornal recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF). A AGU entregou os exames de Bolsonaro ao ministro Lewandowski, que determinou que fossem juntados aos autos do processo, tornando os resultados acessíveis ao público.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.