21:07
Esportes Futebol

Anvisa prova que membro da delegação argentina falsificou documento para entrar no Brasil

Jogo realizado no domingo (5) foi suspenso após Polícia Federal e Anvisa entraram no campo para retirar quatro jogadores que que descumpriram as medidas sanitárias

06/09/2021 22h22
219
Por: Redação Enews Fonte: Bahia.Ba
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) provou, por meio de um documento oficiail, que um membro da Seleção Argentina identificado como Fernando Ariel Batista falsificou informações de quatro atletas. Divulgado pelo G1, o relatório mostra que o emissário omitiu que os jogadores atgentinos Emiliano Martínez, Buendía, Cristian Romero e Giovani Lo Celso haviam passado pelo Reino Unido há menos de 14 dias, o que obrigaria todos eles a cumprirem a quarentena no Brasil.

No domingo (5), representantes da Anvisa e agentes da Polícia Federal, entraram na Neo Química Arena, em São Paulo, para tirar os jogadores de campo em partida contra o Brasil.

Depois, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) suspendeu o jogo pelas eliminatórias da Copa do Mundo, organizadas pela Fifa. Os atletas foram notificados a deixar o Brasil, mas não serão investigados.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.