Polícia Polícia

Família diz que PM foi morto por colegas que comandam grilagem

Caso é investigado pela Polícia Civil, que mantém as informações em sigilo

15/09/2020 10h31
444
Por: Redação Enews Fonte: Varela Notícias
IMAGEM: REPRODUÇÃO
IMAGEM: REPRODUÇÃO

Segundo uma testemunha do crime, Ítalo e Cleverson foram assassinados por um policial militar e um sargento que fazem parte de uma milícia que tem apoio de três policiais lotados em Abrantes.

A informação foi defendida também por amigos das vítimas, que esperam que o crime seja apurado e consideraram os policiais apontados como assassinos como marginais.

Segundo informações preliminares, que ainda são apuradas, Ítalo e Cleverson foram chamados a irem em um condomínio em Monte Gordo, onde Cleverson havia comprado um terreno. Chegando ao local, o antigo proprietário teria dito que a milícia havia tomado conta do local e um homem estava habitando o lugar.

Neste momento, o homem teria feito uma ligação e seis homens chegaram no local, entre eles dois supostos policiais militares. Os policiais dispararam contra os amigos, que foram arrastados para dentro de casa ainda vivos. Uma guarnição da Peto teria chegado ao local, mas não prestaram socorro aos baleados, que morreram no local.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.